sexta-feira, 29 de junho de 2012

Felicidade!!!

Se sou feliz?
Não, claro que não!!!
Seria demasiado hipócrita se dissesse que sou feliz, ou que estou feliz!!!
Sinto-me demasiado sozinha neste mundo, não tenho amizades, não tenho nenhuma amiga que me ligue ou me mande uma mensagem a dizer "Olha amiga, estás bem? Vamos tomar café?",  não tenho ninguém, luto todos os dias contra tudo e contra todos!!!
Mas uma coisa também sei! Faço de tudo para alcançar a minha felicidade, os meus objectivos de vida!!!
E depois também tenho aqueles momentos, em que o meu filho me diz "Mãaaaaeee, gosto muito de ti!", e isso enche-me de alegria, força e dá-me mais força para lutar e vencer na vida!!!
São momentos como este, que me fazem sentir viva e ir em frente, não me importando com o que virá a seguir:


sábado, 23 de junho de 2012

E começa tudo de novo...outra vez

E de modos que é assim!!!
Recomeça a maratona do envio de currículos, de entrevistas e mais entrevistas....
Mais não vale a pena desanimar, é tentar e tentar e voltar a tentar, e nunca desistir, um dia vou conseguir, e esse dia  há-de chegar!!!
Eu quero muito arranjar um trabalho, ou o trabalho...e ..quando meto uma coisa na cabeça só descanso quando a alcançar, quando eu quero, quero e pronto, não há nada a fazer!!!
Não vou ficar de braços cruzados à espera que a minha vida se endireite ou que a endireitem por mim...
Sou teimosa até mais não, pois sou, por isso mesmo é que sou eu!
Quero muito o meu trabalho, quero muito o meu cantinho, quero muito que eu o meu filho e a minha "filha" estejamos bem, quero muito ser feliz!!! E vou conseguir!!! Eu sei que vou!!!
Ninguém me voltará a não deixar ser feliz e ficar bem, e quando eu estou bem tudo o resto fica bem!!!


domingo, 10 de junho de 2012

Anseios...

Depois de toda a  tormenta em que vivi (e acredito que continuo e continuarei a viver), tenho deixado para trás   tudo o que desejo ser e ter, os meus objectivos...
A minha vida começa agora a encaminhar-se, já tenho a minha bichinha de volta, o poder paternal já está mais encaminhado (até o outro não aprontar alguma), estou a trabalhar (embora muito temporário, já é alguma coisa, e tem sido a minha grande terapia)...
Eu acho que todos temos direito a ser felizes e julgo que não sou excepção, sofri muito, batalhei muito, passei por muita coisa que não tinha necessidade de passar, mas infelizmente é assim a vida e nunca cruzei as braços para atingir os meus objectivos...Por um lado, já me sinto mais calma e tranquila, apesar de ainda não estar satisfeita!!!
Gosto muito da minha família e agradeço todos os dias o que têm feito por mim, tudo o que tiveram de passar por mim, a cama que me deram para que eu pudesse dormir, os alimentos que me põem na mesa todos os dias  para mim e para o meu filho...Mas anseio muito muito o meu cantinho, a minha privacidade, o meu espaço para mim e para o meu filho...Se eu tivesse a vida orientada já o teria feito à muito tempo, e talvez eles não tivessem de passar por o que passaram, mas nem sempre a vida é justa para algumas pessoas...
Sinto saudades de ter o meu espacinho, a minha privacidade, de ter as minhas coisinhas, de cozinhar, de limpar, de ter um sítio para mim e para a minha família (eu, o meu filho e a minha bichinha)...Cada vez mais penso nisto e já tenho andado a ver casas para arrendar, mas quando vejo os preços exorbitantes que pedem por uma renda, gluuuu, fico logo sem fôlego...mas o meu lema é NUNCA DESISTIR!!!
Portanto, anseio muito por ter o meu cantinho e um emprego fixo que me dê segurança, a minha cabeça precisa mesmo muito de descanso, cada vez mais, e realmente ultimamente não o tenho consigo alcançar...

sábado, 9 de junho de 2012

Finalmente voltou para mim

Já tenho a minha bichinha comigo finalmente....
Demorou, mas já a recuperei!
É triste é ter sido tão demorado e por via judicial...e pior que isso..tive que ser eu a mexer-me e a averiguar onde ela andava e cúmulo, dos cúmulos, fui eu que tive que avisar as autoridades policiais onde ela estava e, e...realmente não há explicação para as coisas que somos sujeitos para reavermos o que é nosso! Só neste país realmente! Mas o que interessa é que já está comigo e que está bem! E claro está que eu o Diogo ficámos muito felizes por a reavermos!!!